quarta-feira, 4 de agosto de 2010

A importância do Pai...

Nunca concordei quando ouvi de algumas mães ultra-modernas o comentário de que não precisavam de "pai"para os filhos e que davam conta de tudo sozinhas...Se a situação chega nesse ponto... Bola pra frente.
Mas, filho é responsabilidade de pai e mãe. Filho precisa de pai e mãe atuantes.
Li um artigo sobre a importância do pai.
"Apesar de estar mais afetivo, o pai ainda é responsável por dar limites e soltar as amarras dos filhos. A mãe tem uma tendência natural a proteger demais a prole, transmitindo-lhe valores como acolhimento e proteção. Já o pai estimula a independência dos filhos e corta o excesso de proteção da mãe. Seu papel é muito importante na construção da autonomia e da ousadia da criança. A diferença é que antes, a autoridade paterna era acompanhada do medo que as crianças sentiam frente a uma figura tão severa e distante. Hoje, esse processo ocorre de maneira mais saudável, já que os papais não se fazem entender apenas no grito.
O que não pode acontecer é o pai "amolecer" demais e se tornar muito permissivo. Quando isso acontece, as crianças acabam se tornando desobedientes, autoritárias e inseguras. Por isso, cuidado! Ser paciente, carinhoso e atencioso não significa abrir mão da disciplina. Dar limites é, também, uma importante demonstração de amor, já que sem eles os filhos ficam perdidos.
A participação do pai é importante também em muitos outros aspectos. Ele serve como modelo de comportamento para os meninos e também permite que as meninas conheçam e compreendam o universo masculino."
Fonte: www.clicfilhos.com.br

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget