segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Deixa a Luz Acesa, Pai...

Aqui vão alguns recortes de uma das crônicas de Scliar...
"Teu filho te chama à noite: quer água. Você se levanta, vai lá e dá água pra ele. Daí a pouco ele chama de novo: mais água. E de novo. E de novo. Você já está irritado, intrigado..."
"Mas lá pelas tantas o guri acaba dizendo o que ele quer mesmo: deixa a luz acesa, pai, ele pede meio envergonhado.
Ah, então era isso. medo do escuro. E aí? Que é que você faz?
Pode ser que você recuse. E por várias razões. Talvez você ache que homem não deva ter medo do escuro; ou que deva aprender a vencer este medo, como qualquer outro medo. Talvez você lembre sua própria infância..."
"...você ordena ao garoto que durma, apaga a luz e volta pra cama,..."
Mas, aí você descobre que não consegue conciliar o sono. Tudo escuro , a casa em silêncio, mas você não pode dormir."
"Você pensa, por exemplo, em seus próprios temores, na escuridão que te amedronta, as incertezas do futuro, as doenças, a morte. No fundo você também gostaria de ter uma luz acesa em sua vida."
"Você levanta da cama, acende a luz do quarto de seu filho- ele o mira espantado- você lhe sorri, dá boa noite e volta pra cama. Agora sim, você pode dormir tranquilo."
(Moacyr Scliar)

2 comentários:

Jaca disse...

Boa noite, por gentileza, vc sabe me informar onde posso obter texto completo da cronica "Deixa a Luz Acesa Pai" - Moacyr Scliar? Necessito para trabalho escolar e estou pesquisando a um tempão na net e só encontrei aqui no seu Blogger. Obrigada pela atenção.

Blogger disse...

Jaca,
apesar de toda tecnologia de informação acabei tendo que buscar em uma biblioteca...fui na do Sesi.