terça-feira, 22 de maio de 2012

Sessão Patchwork...Sua Majestade...

Falando ainda sobre educar, preparar para o mundo ou vice-versa...O texto "Sua Majestade, A Criança", de Martha Medeiros é bem franco, e acredito verdadeiro. Fala de limites, da falta de tempo dos pais e de "terceirização"dos filhos. Muita bacana...Lá vai um "retalhinho"...
Pinned Image
 "A falta de amor é a origem de uma grande parte das neuroses,psicoses e desvios de conduta.Uma criança que não se sentiu amada pode cometer erros de avaliação sobre si própria e cometer desvios para conquistar uma autoestima que parece sempre fora de alcance. Não adianta o pai e a mãe passarem a mão na cabeça do filhote de vez em quando e repetir um “eu te amo”, automático. A criança precisa se sentir amada de verdade, e as demonstrações não se dão apenas com beijos e abraços, e tampouco com proibições sem justa causa. O “não deixo, não pode” tem que ser argumentado.”Não deixo e não pode porque...” Tem que gastar o latim.Explicar.E prestar atenção no filho... "
"Dá uma trabalheira, mas isso é amar.Algumas crianças são criadas por empregadas, ou seja, são terceirizadas e depois o psiquiatra que junte os cacos. Com amor, ao contrário, toda criança sente-se ilustríssima , majestade, vossa excelência , sem fazer mau uso do cargo. Será confiante e segura como um rei e não se violentará para agradar os outros (usando drogas ou imitando o resto do grupo). Será o que é, afinada com o próprio eixo.E se transformará num adulto bem resolvido, porque a lembrança da infância terá deixado nela a dimensão da importância que ela tem." (Trechos do livro Feliz Por Nada)

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget